Seminário de Educação Especial tem seu 2º módulo na Guairacá

Públicado em 26/09/2017
Imprimir
foto_seminario

Aconteceu nessa terça-feira, 26, o segundo encontro do ciclo de Seminários de Educação Especial. O evento é promovido pelo Colegiado de Pedagogia da Faculdade Guairacá, em parceria com a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Guarapuava, com o intuito de oferecer uma atualização aos profissionais que trabalham na área.

Para fazer a abertura do evento, a instituição teve a honra de receber o professor da Universidade Federal do Paraná Rui Fernando Pilotto, médico, biólogo, Mestre e Doutor em Genética. Na ocasião, ele discorreu sobre os aspectos psicogenéticos aplicados à educação especial e inclusiva. Foram assuntos de destaque em sua palestra: o apoio às famílias diante do nascimento de uma criança com uma doença genética, a capacitação dos profissionais para o diagnóstico, a representação dos interesses das pessoas portadoras das doenças, além da importância da difusão do conhecimento e aconselhamento genético. “A Sociedade Americana de Genética Humana aponta que o aconselhamento genético é o processo de comunicação que lida com problemas humanos associados com a ocorrência ou possibilidade de ocorrência de uma doença genética em determinada família”, explicou o Prof. Dr. Rui Fernando.

A Prof. Dra. Maria de Fátima Minetto também esteve presente na Guairacá com a palestra ‘Bioecologia do desenvolvimento’. A palestrante esclareceu que o termo refere-se à interdependência de processos múltiplos na compreensão do desenvolvimento humano, independente da deficiência que a criança carrega, levando em consideração dimensões conceituais como pessoa, processo, contexto e tempo, por exemplo. “A bioecologia do desenvolvimento é uma ciência que trata das relações dos seres vivos no ambiente em que eles vivem, ou seja, eu não posso deixar em hipótese alguma de desconsiderar as características do ambiente. Se eu não olhar para a família da criança e para as condições que ela vive eu não vou conseguir saber o que ela tem como condição de desenvolvimento”.

O ciclo de Seminários de Educação Especial tem continuidade no dia 24 de outubro na Faculdade Guairacá. Na ocasião, a Prof. Dra. Maria Edviges Guerreiro de Lima irá discutir sobre deficiência intelectual e os desafios do século XXI. No dia 25 o tema abordado será surdocegueira, com a Prof. Ms. Carolina Guerreiro Leme.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*