Webmail
Atendimento: (42) 3446-6343
Facebook Faculdade Guairacá
Instagram Faculdade Guairacá
Youtube Faculdade Guairacá
Faculdade Guairacá
Tecnologia e inovação na contramão da crise, por Carlos Eduardo Iatskiu
Tecnologia e inovação na contramão da crise, por Carlos Eduardo Iatskiu

A pandemia do novo Coronavírus atingiu diretamente milhões de trabalhadores brasileiros que já estavam sendo afetados nos últimos anos. Os números do IBGE apontam que mais de um milhão de pessoas perderam seus empregos só durante o mês de maio. Porém, existe uma área que não para de crescer e o desemprego passa longe: a tecnologia e inovação.

Nesse mercado sobram vagas e faltam profissionais qualificados para ocupá-las. Para se ter ideia, o setor – que já tem um impacto significativo na nossa economia – foi responsável por 7% do PIB brasileiro em 2018 e tem uma previsão de demanda de aproximadamente meio milhão de novos empregos até 2024, segundo o relatório da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom).

Enquanto a pandemia deixa marcas profundas na economia brasileira, o setor de tecnologia segue aquecido e contratando profissionais – inclusive, com dificuldades em encontrar talentos para preencher todas as vagas. Por isso mesmo, empresas optam há um bom tempo em contratar profissionais na modalidade home office, característica incorporada também por outras empresas de diferentes segmentos durante o distanciamento social.

Apesar de Guarapuava ter quatro instituições de ensino superior que ofertam vagas presenciais na área da tecnologia, ainda assim faltam profissionais nas empresas da cidade. Por isso mesmo, muitas precisam buscar mão de obra qualificada fora daqui. O caminho inverso também é observado, pois empresas de outras cidades e estados passaram a olhar para a cidade na busca de profissionais qualificados.

Com o notório desenvolvimento do ecossistema local de inovação, uma das alternativas que muitas empresas estão buscando é oferecer vagas de estágio para estudantes ainda em formação. O objetivo é acelerar a qualificação para suprir suas necessidades enquanto, ao mesmo tempo, estimula o aprendizado das pessoas que ocuparão as centenas de novas vagas que surgem a cada dia.

Diante de cenários de crises, o ser humano, ao longo de sua história, sempre buscou na inovação maneiras de se reinventar e ressignificar o mundo. É por isso que a única certeza que temos, portanto, imersos nessa grande mudança de paradigmas e estruturas vigentes, é que a expansão da área da tecnologia ainda está muito longe de acabar.

 

*O texto foi publicado no blog do Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação de Guarapuava, que o professor integra.

 

Carlos Eduardo Andrade Iatskiu
Graduado em Ciência da Computação pela Universidade Estadual do Centro-Oeste
Mestre em Informática pela Universidade Federal do Paraná
Doutor em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Paraná

Rua Marechal Floriano Peixoto, 1012 - Centro - Prudentópolis, Paraná