Acontece na UniGuairacá

42 99102-2239 Frequentes na Uniguairacá

Docente e discente da UniGuairacá têm trabalho científico premiado

A pesquisa traz apontamentos sobre transtornos específicos da aprendizagem em matemática.

05/11/2021 13h42

A Prof. Dra. Lucia Virginia Mamcasz Viginheski e a aluna Laira Gabriela Michels Stange, do Mestrado Profissional em Promoção da Saúde da UniGuairacá Centro Universitário, ficaram em terceiro lugar no 10º Prêmio Científico Unoeste.

O trabalho premiado, apresentado no XXVI Encontro Anual de Pesquisa Institucional e Iniciação Científica (ENAPI 2021), intitula-se ‘Transtornos específicos da aprendizagem em matemática: um estudo com professores que atuam com estudantes cegos’, e teve contribuição da Prof. Dra. Elsa Midori Shimazaki, do Programa de Pós-graduação em Educação da Unoeste.

O trabalho é um braço da pesquisa que Laira está desenvolvendo na sua Dissertação. O objetivo é de investigar com professores que atuam na área da deficiência visual o seu entendimento sobre transtornos específicos da aprendizagem (TEDA) e a manifestação em estudantes cegos. 

De acordo com a professora Lucia Virginia, a pesquisa traz apontamentos muito importantes para a sociedade como um todo. “O estudo mostra a necessidade de oferecer aos professores especialistas na área da deficiência visual conhecimentos sobre os TEDA, uma vez que eles orientam os professores do ensino regular sobre o processo de ensino e aprendizagem para estudantes cegos”.

Lucia Virginia ainda destacou a alegria de obter esse reconhecimento. “Tanto eu como a minha orientanda Laira ficamos extremamente felizes, porque este trabalho é a síntese de muitos estudos e reflexões sobre o tema. Também vejo esse prêmio como reconhecimento da pesquisa e resultados do programa de Mestrado da UniGuairacá, que já tem mostrado sua seriedade em evento de nível nacional”.