Os desafios da vida acadêmica e a importância do conhecimento para o desenvolvimento pessoal e profissional, por Wilian Bonete

Públicado em 15/02/2018
Imprimir
Os desafios da vida acadêmica

Wilian Junior Bonete
Graduado em História pela Universidade Estadual do Centro-Oeste
Mestre em História Social pela Universidade Estadual de Londrina
Doutorando em História pela Universidade Federal de Mato Grosso
Professor do Colegiado de Pedagogia da Faculdade Guairacá

 

O ano letivo de 2018 começou! Muitos alunos estão ingressando hoje em nossa instituição, outros dando sequência às suas jornadas em um novo período, em uma nova turma, e há também aqueles que já estão na expectativa para a conclusão de curso, e logo, a formatura. Para todos esses casos, inicia-se hoje uma nova etapa da vida acadêmica, que será permeada de desafios, obstáculos, alegrias, conquistas, sacrifícios, superações e, com certeza, um tempo de conhecimento e aperfeiçoamento. Este texto é direcionado a você, universitário.

Nas linhas que seguem apresentarei três sugestões importantes para o seu desenvolvimento pessoal e aproveitamento acadêmico ao longo do ano.

 

  1. O conhecimento é um patrimônio permanente em sua vida

 

É inegável a importância do conhecimento na vida do ser humano e para o desenvolvimento da sociedade. Todavia, a ciência, os saberes, as tecnologias só existem porque os seres humanos são inquietos, curiosos, buscam inovações, novas experiências, e rompem, assim, com seus medos, marasmos e inseguranças.

Tenha certeza de que tudo o que você aprender e desenvolver com habilidade se tornará um patrimônio permanente em sua vida.  As coisas materiais são passageiras. Porém, inteligência, habilidade e conhecimento são três elementos que nunca poderão ser tirados de você. O sucesso é decorrência disso.

 

  1. As aulas e a dinâmica da vida universitária não devem ser encaradas como um fardo pesado, e sim, como um investimento para sua vida e sua carreira profissional

 

O filósofo e professor da USP Clóvis de Barros Filho comenta, em uma de suas palestras, que é muito comum que as pessoas, em seu cotidiano, vivam esperando que “aquele momento passe logo”. Muitos esperam que a semana acabe logo, que o mês termine logo e que chegue o quinto dia útil. Outros tantos torcem para que o ano passe logo e cheguem as férias.

Na faculdade, muitos alunos torcem para que a aula acabe logo, que o professor termine logo a sua fala, que a atividade proposta termine logo, que a palestra termine logo, que as provas passem logo e que o fim do semestre chegue logo. Ou seja, para muitos, tudo é encarado como um peso, como um fardo. Porém, muitos não percebem que, com tais atitudes, estão torcendo para que a vida passe logo, pois a vida é aqui e agora.

Neste sentido, entenda que todas as atividades realizadas na faculdade (leituras, textos, estágios, práticas, orientações, debates, palestras, eventos) são constantes desafios para você crescer. O professor com a sua matéria, em cada curso, é um mediador, uma ponte, uma ferramenta para o seu desenvolvimento pessoal. Como diz o professor e historiador da UNICAMP Leandro Karnal “é você quem irá construir o seu curso de nível superior, seu diploma. Se o professor for bom, que ótimo! Se for ruim, supere-o!”.

 

  1. As transformações estão cada vez mais velozes. Tenha o hábito de estar em constante formação e aperfeiçoamento

 

O sociólogo polonês Zygmunt Bauman afirma que vivemos em “tempos líquidos”, isto é, um mundo em constante mudança, movimento, em que num piscar de olhos você pode perder uma oportunidade, uma chance, e ficar para trás, sem volta.

Nesse mundo, não existe o privilégio de se formar e descansar. É preciso ler bons livros, ler bons artigos, participar de eventos, de palestras, aproveitar ao máximo as aulas dos seus professores. O conhecimento transforma, e como afirma o filósofo Francis Bacon, “saber é poder”.

Não desperdice o seu tempo, porque tempo é precioso, tempo perdido não volta mais. Não desperdice seu tempo em redes sociais ou aplicativos, mas os utilize para ser uma pessoa melhor. Nós sabemos que tais mídias possuem o seu valor e para muitos é algo importante. Então faça deles um canal para seu desenvolvimento pessoal, para obtenção de conhecimento ou até mesmo como uma ferramenta para seus estudos.

Lembre-se que você é o construtor da sua vida, você é construtor do seu curso superior. A vida acadêmica é apenas uma das muitas etapas que você passará ao longo da sua existência. Aproveite ao máximo cada experiência, crie novos hábitos e busque incansavelmente o conhecimento. A vida é aqui e agora.

 

Desejo a todos um ótimo 2018!

Os desafios da vida acadêmica

Bobbie Carlyles – O homem que constrói a si mesmo

0 Comentários

Os desafios da vida acadêmica e a importância do conhecimento para o desenvolvimento pessoal e profissional, por Wilian Bonete