Acontece na UniGuairacá

42 99102-2239 Frequentes na Uniguairacá

Importância das capacidades físicas para o movimento humano, por Marcos Brasil

18/03/2021 13h17

Retratar o movimento humano como um objeto aplicado de estudo à educação física reflete a um conjunto sistemático e articulado de conhecimento, seja “do” “pelo” e “sobre” o se movimentar. Em outras palavras, isso deve estimular as pessoas a fazerem uso de tais saberes em prol deles próprios a partir de uma relação prazerosa, ampla, durável e, ao mesmo tempo, respeitosa aos demais (SOUZA, 2021). 

Com base nessa definição de movimento humano, devemos destacar a importância das capacidades físicas para a vida diária dos sujeitos. Antes de tudo, quando falamos em capacidades físicas, estamos falando em competências condicionantes da vida humana, ou seja, são qualidades físicas que utilizamos diariamente para realizar os mais diversos movimentos: resistência, força, flexibilidade, agilidade e velocidade. 

Assim sendo, saber a importância de cada uma delas, seja para a manutenção corporal ou para uma melhora na qualidade de vida, principalmente em tempos pandêmicos, no qual espaços específicos para a prática de exercícios físicos estão limitados, se torna mais que significativo: é algo fundamental. De forma bem sintetizada, trazemos algumas definições:

•    Velocidade: é a capacidade da realizar atividades em um curto espaço de tempo; 
•    Resistência: é a capacidade de sustentar e manter o esforço físico em um grande espaço de tempo; 
•    Força: é a capacidade de triunfar uma determinada resistência por meio da ação muscular. 
•    Flexibilidade: é a habilidade de realizar movimentos na maior amplitude possível;
•    Agilidade: é a capacidade de mudar de direção rapidamente. 

Assim sendo, os benefícios fisiológicos de exercícios físicos realizados de forma regular e programada resultam em adaptações do organismo, de modo a trazer benefícios à saúde e, consequentemente, um aumento nos complementos das capacidades físicas. Importante destacar ainda, que o armazenamento fisiológico seja adaptado para que as pessoas possam realizar atividades do dia a dia sem o cansaço excessivo. Por fim, seja qual for sua atividade preferida, caminhar, correr, jogar bola, nadar, andar de bicicleta, patins, enfim... se movimente! Caso queira resultados ainda mais expressivos e potencializados, procure sempre um profissional de Educação Física. 

 

REFERÊNCIA
SOUZA, Juliano. Do homo movens ao homo academicus: rumo a uma teoria reflexiva da Educação Física. São Paulo: LiberArs. 2021.