Acontece na UniGuairacá

42 99102-2239 Frequentes na Uniguairacá

Profissionais da saúde recebem atendimento psicológico por meio de projeto da UniGuairacá

Devido ao contexto pandêmico, trabalhadores da área de saúde se encontram em situação delicada.

17/12/2021 08h59

O Colegiado Psicologia da UniGuairacá Centro Universitário mantém parceria com o Hospital São Vicente para atendimento psicológico aos profissionais de saúde do local. Nessa quinta-feira, 16, foi realizada a última reunião do ano, com a devolutiva das atividades desenvolvidas pelas estagiárias Bruna Savoldi e Luciene Rusczaki, sob supervisão dos professores Antonio Alexandre Pereira e Jadson Stevan.

O projeto surgiu a partir de demanda identificada pelas psicólogas do hospital Andreia Redante e Luana Lustoza. Devido ao contexto pandêmico, trabalhadores da área de saúde se encontram em situação delicada. Há sobrecarga nos serviços em detrimento de casos suspeitos e confirmados da Covid-19, assim como maior procura pelos serviços de saúde por demandas relacionadas aos desdobramentos na coletividade, provocados pela pandemia.

O projeto é uma prática de Plantão Psicológico, em que estudantes do último ano de Psicologia trabalham com o acolhimento dessas profissionais, com intervenções a partir da perspectiva da Psicodinâmica do Trabalho, que se enquadra como uma clínica do trabalho e, com o encaminhamento à PoliClínica Guairacá das demandas que serão melhor trabalhadas no processo de clínica ampla dos estágios profissionais. 

A proposta visa dar conta da demanda do hospital, mas também, propiciar às acadêmicas a experiência com uma abordagem específica que trata da relação trabalho-subjetividade, bem como, o funcionamento do serviço de plantão psicológico e as possibilidades de escuta e intervenção nessa modalidade.  

O projeto é uma estratégia de atenção aos trabalhadores da saúde que auxiliam na promoção de saúde, não apenas os que estão na linha de frente de enfrentamento na condição coletiva atual, mas também, ao coletivo como todo, que poderão contar com profissionais em condições de acolher porque foram acolhidos.