Acontece na UniGuairacá

42 99102-2239 Frequentes na Uniguairacá

Cuidados com a pele no inverno, por Tatiane Milão

Uma boa rotina de cuidados é importante o ano todo, mas é especial no inverno.

13/07/2021 08h38

O inverno é a estação que divide opiniões: uns amam e outros odeiam. Mas os cuidados com a pele devem ser tomados por todos!

As baixas temperaturas, seguidas da baixa umidade atmosférica, causam ressecamento na pele, principalmente a do rosto, por isso precisamos tomar alguns cuidados para evitar essa situação indesejada.

Manter a pele hidratada é extremamente importante, pois ela é nossa barreira de proteção contra fatores externos. Quando a pele está ressecada ela diminui sua capacidade de proteção, ocasionando um colapso nos processos normais. Para manter a integridade da pele é necessário manter a sua hidratação natural, aliando os cuidados com a alimentação, ingestão de água e a rotina de skincare.

Os cosméticos são produtos eficazes no processo de manutenção da pele, porém precisamos utilizá-los corretamente de acordo com o nosso tipo de pele e necessidade (reposição de água, lipídeos, nutrientes).

A hidratação da pele ocorre de três formas: hidratação por oclusão, umectação e hidratação ativa. Na hidratação por oclusão os cosméticos formam um filme sob a pele, evitando a perda de água (perda transepidermal). Os ativos utilizados na hidratação por oclusão são os óleos vegetais (óleo de amêndoas, jojoba, gérmen de trigo, argan), manteigas vegetais (manteiga de cacau, cupuaçu, castanha) e até derivados do petróleo como o óleo mineral. Já a hidratação por umectação é quando ocorre a retenção das moléculas de água, podendo ser proveniente da formulação cosmética, do ambiente (atmosfera) ou da água perdida da camada córnea. Os ativos utilizados nesse tipo de hidratação sãos os glicóis, como a glicerina e o sorbitol, os polissacarídeos como o ácido hialurônico e as proteínas hidrolisadas. 

Na hidratação ativa é utilizado princípios ativos que permeiam a camada córnea da pele, ligando-se às moléculas de água desta região, diminuindo assim a perda transepidermal. Os princípios ativos mais utilizados são: ácido hialurônico, aloe vera e ácido lático.

Nos hidratantes comerciais há combinações de ativos, podendo apresentar mais de um mecanismo de hidratação. O fator que mais deve ser levado em consideração na escolha de um cosmético é o veículo ou forma farmacêutica que carregará os ativos. A escolha do veículo se dá de acordo com o tipo de pele.

As peles secas são as que mais sofrem com as baixas temperaturas, logo, a hidratação é indispensável. Nesse tipo de pele pode-se utilizar veículos em creme, com um teor alto de óleos, as consideradas emulsões pesadas. Além da hidratação, esses cremes repõem os lipídeos, promovendo um equilíbrio na camada superficial da pele.

As peles mistas, onde a oleosidade é maior na zona T, pode utilizar loções, gel-creme, géis e séruns indicados para esse tipo de pele. 

A pele oleosa, ao contrário do que muitos pensam, também necessita de hidratação, mas deve-se tomar cuidado com o tipo de veículo utilizado. O mais indicado para esse tipo de pele é hidratante em géis e gel-creme (emulsão com baixíssimo teor de óleo). Os séruns não siliconados são um ótimo aliado também. 

Nesse inverno, escolha o hidratante ideal para o seu tipo de pele e arrase na hidratação! Ah, não esqueça de utilizar filtro solar após a aplicação do hidratante.